Sopram ventos na Ajuda

As últimas semanas têm sido marcadas pelas polémicas lá para as bandas da Ajuda: entre uma Secretária de Estado que resolve emprestar peças de museu a hotéis, e a nomeação de um gestor imobiliário para a DGPC não tem faltado animação.

Palácio da Ajuda. Foto Wikipedia

Confesso que hesitei antes de escrever sobre o assunto, já li algumas intervenções bem estruturadas sobre estas situações e pouco poderia acrescentar.

Resta-me a ironia e pensar que em ambos os casos quem reclama não vê as potencialidades que estas duas situações nos proporcionam: por um lado, parece-me que vamos ter o paradigma Querido Mudei a Casa aplicado ao património, com a redistribuição de peças das colecções dos museus a serem usadas como bibelôs saídos de uma qualquer loja de decoração para embelezar os hotéis nacionais; por outro, um gestor imobiliário talvez consiga alugar o Panteão e demais monumentos e museus por um preço que trará uma receita nunca antes vista na DGPC! Acessoriamente, talvez consiga fazer com que a DGPC precise de menos de 2 meses para conseguir vender um par de publicações…

Posted in Português | Comentarios desactivados en Sopram ventos na Ajuda

Como planear uma viagem

  1. Escolher o destino

Quando estamos à procura de um destino para passarmos férias temos de fazer as perguntas básicas: que tipo de viagem quero fazer? Quanto tempo vou ficar? É para descansar ou conhecer?

Depois de responder a estas perguntas torna-se muito mais fácil escolher o destino.

  1. Fazer um orçamento

Um dos maiores erros quando estamos a preparar uma viagem é não termos um orçamento definido. Quanto queremos gastar naquela viagem? É uma pergunta essencial, porque quando não definimos o nosso limite acabamos por gastar sempre mais do que o que estaríamos à espera. 

Deves dividir o orçamento em 3 partes:

1º parte para todas as despesas pré viagem (hotel, transporte)

2º parte para as despesas que vais realizar durante a viagem (refeições, museus, etc)

3º parte para despesas surpresa

  1. Escolher o Hotel

O importante na escolha do hotel é fazer uma comparação de onde é mais barato. Muitas vezes iludimo-nos com a ideia de que nos sites de pesquisa de hotéis é mais barato que no site do Hotel. A verdade é que frequentemente as melhores promoções estão no site do próprio Hotel.

Para assegurarmos o melhor preço devemos compara-lo nos diversos sites como o do hotel, no Booking.com, no Ryanair Rooms ,Trivago, entre outros. É importante que a pesquisa seja feita em navegação anónima, só assim garantiremos o melhor preço.

  1. Transporte

Agora que já temos destino e hotel como vamos para lá?

Nesta fase temos de ver quanto é que ainda nos sobra de orçamento e fazer uma pesquisa de qual o meio que compensa mais.

Para quem escolhe o avião o jetcost.pt é um bom comparador de preços.

Caso seja preciso fazer escala, pode compensar comprar viagem a viagem, seres tu a programar a escala.

Um seguro de viagem é sempre uma boa opção!

Por fim e o mais importante é desfrutar ao máximo das férias.

Muita atenção! Para evitares surpresas desagradáveis ou até problemas sérios, é imprescindível conhecer as opiniões de quem já esteve nesses destinos, hotéis, e quem já utilizou esses meios de transporte/companhias.

Vai por mim!

Posted in Português | Comentarios desactivados en Como planear uma viagem

Namorados: Hotéis Mabu

No Mabu Thermas Grand Resort os namorados podem optar pelo combo jantar romântico + hospedagem (apartamento categoria Máster) por seis X R$192,00 por casal ou apenas o jantar romântico que inclui 2 entradas, 1 couvert, 2 pratos principais, 2 sobremesas além de vinhos e espumantes ao custa R$ 580,00 o casal. Entre as delícias que serão servidas estão tartare de salmão com gengibre e toste saborizado de canela, sopa de cogumelos selvagens ao azeite de trufas negras, ostras ao gratin de queijo serra da estrela, vitelo com risoto de coração de alcachofra.

Os doces são um capítulo à parte, serão servidos alfajores de café com purê de damascos, mosaico de frutas vermelhas, crocante de amêndoas e café com suspiros de Amaretta. Os namorados também vão poder degustar vinhos Chilenos, do Porto, espumante, frisante, além de água, sucos e refrigerantes.  Os convites podem ser adquiridos no www.hoteismabu.com.br

No Mabu Curitiba Business o cardápio é assinado pelo chef Executivo Leandro Gambarotto.

O jantar custa R$ 280,00 + 10% de taxa de serviço por casal, e será servido em 5 tempos: aperitivo, entrada, pratos principais e sobremesa, incluindo coquetel francês “Kir Royal”, creme de cogumelos frescos ao vinho do Porto, salada de endívia com pera, nozes, mousse de gorgonzola, salmão grelhado, arroz negro ao molho de tangerina, medalhão de mignon com conchiglione de damasco e brie ao molho fiorentina, além de trufa de chocolate, cheesecake de frutas vermelhas e bavaroise de maracujá.

O casal também pode optar por um pacote que inclui hospedagem, massagem e jantar romântico. O jantar será servido a partir das 19h. Na noite do jantar o estacionamento é cortesia. As reservas devem ser feitas antecipadamente pelo (41) 3219-6043 e  eventos.comercial@hoteismabu.com.br ou eventos2.comercial@hoteismabu.com.br

No Mabu Curitiba Express o jantar romântico será servido a partir das 20h e vai brincar com algumas fases dos relacionamentos. Na ilha da paquera serão servidos queijos, escabeche de berinjela e húmus.

A Ilha do Namoro é composta por sete opções de saladas como a caponata italiana, lattuga, mix de folhas e salpicão de frango. Na ilha do Noivado e Casamento estão os pratos quentes e proteínas, arroz com amêndoas, congiglione de figo ao molho de gorgonzola, legumes ao mediterrâneo, contra fillet ao chimichurri, salmão com molho maracujá, mignon suíno ao molho funghi.

Na ilha Bodas de Ouro terá mini brigadeiro, mini banoffe, mini chessecake, bavarois de chocolate, strogonoff de nozes, compota de pêssego e de abóbora e figo em caldas. O jantar custa R$ 159,90 + 10% de taxa de serviço, por casal – inclui as sobremesas e uma taça de espumante por pessoa, como welcome drink, demais bebidas cobradas à parte. O estacionamento é cortesia durante o jantar.

As reservas antecipadamente pelo telefone (41) 3341-1400 ou pelo e-mail   aeb.mcc@hoteismabu.com.br (falar com Alex Peixoto) – pagamento direto no hotel. Tarifas de hospedagem devem ser consultadas pelo site www.hoteismabu.com.br. Para quem estiver hospedado no Mabu Curitiba Express nesta mesma data o restaurante dará até 15% de desconto no jantar.

Jantar de Dia dos Namorados – Mabu Thermas Grand Resort / Reservas   www.hoteismabu.com.br / Avenida das Cataratas, 3175 – Foz do Iguaçu (PR) / Telefone: 45 3521 2000 / Facebook: www.facebook.com/hoteismabu / Instagram:  https://www.instagram.com/hoteismabu/ Site: www.hoteismabu.com.br

Jantar de Dia dos Namorados Mabu Curitiba Business / Dia: 12/06 (quarta-feira) / Horário: das 19h às 23h / Valor: R$ 280,00 + 10% de taxa de serviço para o casal | Inclui welcome drink Kir Royal, água, refrigerante e suco | Estacionamento cortesia durante o jantar / Reservas: somente com pagamento antecipado | (41) 3219-6043 (Jaqueline e Junior), eventos.comercial@hoteismabu.com.br ou  eventos2.comercial@hoteismabu.com.br.

Jantar de Dia dos Namorados – Mabu Express / Dia: 12/06 (quarta-feira) / Horário: das 20h às 22h30 ; Valor: R$ 159,90 + 10% de taxa de serviço, por casal | Inclui as sobremesas (bebidas à parte) | Inclui uma taça de espumante por pessoa | Estacionamento cortesia durante o jantar | Desconto de 15% para pessoas que estiverem hospedadas no hotel / Rua Manoel Valdomiro de Macedo, 2609 – CIC – Curitiba (PR) / Telefone: 41 3341 1400

Posted in Português | Comentarios desactivados en Namorados: Hotéis Mabu

Chef Leandro Gambarotto na Rede Mabu

O chef de cozinha, Leandro Gambarotto, assume no dia 1 de junho a chefia executiva dos restaurantes dos hotéis Mabu Curitiba Business e Mabu Curitiba Express.

Na rede hoteleira, há quase dois anos, Gambarotto até então comandava apenas a cozinha do As Quatro Estações, do Mabu Express, no bairro Cidade Industrial de Curitiba. Com a nova função, passa também a responder pelos restaurantes Brasserie As Quatro Estações e Dumont, do tradicional Mabu Business, situado no Centro da capital.

Leandro Gambarotto tem 20 anos de experiência na área gastronômica. O profissional iniciou a carreira como atendente de uma rede de restaurantes e se desenvolveu até chegar à gerência.

Apaixonado pela gastronomia estudou e se especializou, tornando-se chef na mesma rede de restaurantes especializada em massas. Mais tarde, adquiriu experiência em gastronomia hoteleira e também desenvolveu a carreira com seu próprio negócio. O retorno à gastronomia aconteceu com ingresso na Rede Mabu.

“É uma honra e felicidade assumir os dois hotéis. Quando ingressei na Rede Mabu isso era um sonho, que agora se tornou realidade. Isso é muito importante para toda a equipe, nos motiva, pois a Rede oferece oportunidade de crescimento para seus colaboradores e também forma novos gestores. O segredo é nunca parar de se aperfeiçoar e buscar conhecimento na área”, comemora o chef.

“Temos nos dois hotéis equipes competentes trabalhando nos restaurantes. A partir disso, a ideia é fazer uma padronização dos cardápios, trazer ideias novas e unir o que deu certo em cada unidade, tudo isso mantendo o excelente ambiente de trabalho e resultado ao público”, afirma.

Posted in Português | Comentarios desactivados en Chef Leandro Gambarotto na Rede Mabu

O clássico da Praia Grande

O Arribas Sintra Hotel está situado na Praia Grande e oferece vistas panorâmicas do Oceano Atlântico

Posted in Português | Comentarios desactivados en O clássico da Praia Grande

A primeira aventura do ano: Guimarães

Em Janeiro decidimos voltar à cidade berço, onde já não íamos desde Maio de 2017.

Para quem não conhece, Guimarães (antiga Vimaranes) é uma cidade no distrito de Braga, na região do Norte do país. É considerada a cidade berço devido a ter sido lá fundado o Condado Portucalense no processo de reconquista da península Ibérica pelos cristãos e também onde se deu a Batalha de São Mamede, que foi sem dúvida um marco importantíssimo na história de Portugal. Há quem diga também que foi onde nasceu D. Afonso Henriques (primeiro rei de Portugal) mas isso… nunca iremos saber. É uma cidade carregada de história e que recomendamos vivamente visitarem.

Dia 1

Trovador

Chegamos a Guimarães pelas 13h45 e encontramos o Trovador. Situa-se na baixa de Guimarães, no Largo do Trovador. A equipa foi muito prestável, explicaram-nos que era um bar de tapas (petiscos) e que havia várias formas de combinar os pratos. Fomos pedindo. Provamos os queijos, presunto, alheira com grelos, polvo com molho verde e chouriça assada (que veio na travessa de barro ainda com as chamas acesas). Acompanhamos com o vinho Conde de Monsul tinto 2017. Estava tudo divinal! Ainda nos foi oferecido um copo de aguardente no final.


De seguida fomos conhecer o sítio onde iríamos ficar alojados.

Localizado a 10 minutos de autocarro do centro de Guimarães, o Hotel Vila foi a primeira de grandes descobertas deste ano. Tem paragens à porta (peçam para sair na paragem da Vila Marita), onde podem apanhar camioneta Arriva/Transdev para a central de camionagem (Guimarães Shopping) ou até autocarro Tug para a baixa de Guimarães (Largo do Toural) por apenas 1,80€. De madrugada, não descobrimos transporte mas, o táxi desde a baixa de Guimarães onde se encontram todos os bares até ao Hotel ficou apenas 6€. O quarto tinha varanda e wc, estava tudo muito asseado. A equipa foi profissional e muito simpática. O pequeno-almoço é continental e buffet, tendo como destaque os croissants que nota-se que são frescos e são muito saborosos.

Alojados mas ainda sem fome para jantar, decidimos ir à Praça de Santiago.

Praça de Santiago

Escolhemos o Cinecitta, um bar inaugurado em 1996, onde bebemos um gin na esplanada.

Cinecitta
Rolhas e Rótulos

Quando a fome começou a apertar, decidimos ir ao Rolhas & Rótulos. É um bar de tapas que fica mesmo ao lado da Praça de Santiago, no Largo da Oliveira. Pedimos pimentos padrão, revueltos (um prato típico espanhol que descobrimos quando fomos a Sevilha em Agosto de 2018 – uma combinação de ovos mexidos com vários ingredientes) e acompanhamos com duas cervejas artesanais La Trappe, uma Dubbel e uma Quadrupel.



Depois do jantar, demos a nossa caminhada noturna pelas ruas de Guimarães.

Passámos por vários bares mas, desta vez, foi apenas um que nos captou a devida atenção.

In’fusões

Ao passarmos pela Rua Rainha D. Maria II na porta nº 172 (virada para o Largo da Oliveira), ouvimos músicas dos anos 80 e 90, e entramos no In’fusões Bar onde tivemos uma noite repleta de clássicos e música alternativa. Desde Oasis, Red Hot Chili Peppers e Nirvana a Metallica, System Of A Down e Slipknot. É, sem dúvida, um bar onde iremos regressar numa próxima visita a Guimarães.


Dia 2

Depois do pequeno-almoço buffet no Hotel Vila, passeamos novamente pelas ruas do Centro Histórico.

Meat

Escolhemos o Meat Smokehouse, na Alameda de São Dâmaso. Quem sempre sonhou em experimentar um típico churrasco americano? Pois bem, agora não precisam de ir aos USA, podem ir a Guimarães e têm esta maravilhosa experiência. As carnes são cozinhadas lentamente e têm um ligeiro sabor a fumado que as tornam deliciosas! Nós pedimos, como entrada, queijo de cabra gratinado com mel e asas de frango. Pulled pork como prato principal (veio acompanhado com coleslaw e batatas fritas) e para sobremesa, tarte de lima e Oreo.


Após uma subida à Rua Conde D. Henrique, onde se situa o Castelo de Guimarães (que visitamos em 2017), decidimos visitar o Paço dos Duques de Bragança. O preço da entrada normal é 5€ mas quisemos ver também a Exposição “Monges e Guerreiros. Ordens Militares na Península Ibérica. Séculos XII-XV” (+4€), situada dentro do Paço. Devido à grande procura, esta exposição foi alargada até ao dia 12 de Maio de 2019, por isso ainda a podem visitar! (Se pretenderem podem comprar apenas o bilhete para a exposição)

Aproximava-se a hora de regressar ao Porto mas ainda tivemos tempo de voltar ao Largo da Oliveira para uma Super Bock 1927 no Coconuts , uma sangria e um gin no ZeroGraus.

E como gostamos tanto do Trovador, voltamos lá para uma despedida em grande!

Trovador

Desta vez pedimos pataniscas, punheta de bacalhau, mini bifanas, salpicão e rojões. Acompanhamos com a Portal Oak, uma cerveja artesanal portuguesa (da marca Letra) envelhecida em casco de vinho do Porto.



Esperamos ainda voltar a Guimarães este ano, é sem dúvida uma das nossas cidades preferidas!


Não percam a próxima aventura, porque nós também não!

Posted in Português | Comentarios desactivados en A primeira aventura do ano: Guimarães